Quando se fala nos O Terno, vêm logo à mente os vídeos recheados de humor inteligente com que visualizam as faixas dos seus três trabalhos. Mas agora a banda paulista deu um tempo aos seus vídeos bem humorados e sobe o tom da doçura singela com que envolve as suas canções – e, particularmente no tema “Volta”, que recebe novo vídeo -, saindo do registo habitual ao trazer novos elementos para dentro do seu ambiente sonoro.

O rock pop experimental e a brasilidade do trio paulistano, fundado em 2009, veste de uma espontaneidade melodiosamente doce o vídeo para a música nas íngremes ruas lisboetas, num registro visual captado ainda em 2016 durante uma das viagens da banda com destino a vários festivais portugueses, e o resultado, divulgado recentemente, é um embalo afectuoso e meigo.

O vídeo para “Volta” é um daqueles momentos em que a vida trata de revelar um belo cenário simultaneamente preenchido pelas notas acústicas da canção entoada por Tim. As imagens contínuas vão ao encontro de Guilherme d’Almeida e Biel Basile, recostados nas fachadas decoradas com os azulejos centenários de um prédio e com as portas tão típicas dos bairros de Lisboa como pano de fundo, e à passagem de Tim pelos turistas e visitantes da pacata rua lá para os lados de São Bento.

“Volta” faz parte do álbum Melhor Do Que Parece lançado ano passado, um registo de estúdio que recebeu inúmeros prémios, tendo sido considerado o nono melhor álbum nacional do Brasil de 2016, com os O Terno a verem o tema-título do mesmo álbum ser considerada a oitava melhor música também de 2016 segundo a revista Rolling Stone Brasil, entre outras nomeações. O terceiro álbum d’O Terno traz doze canções e está disponível no Spotify e no site oficial da banda.