Kevin Barnes parece estar incondicionalmente comprometido e a levar avante a sua causa de tornar cada composição, cada conjunto de notas alinhadas pela sua orquestra de synths neo-renascentistas para o seu próximo registo de estúdio, num tributo aos extended mixes que faziam rodopiar as pistas de dança dos primeiros anos da década de 80.

Assim foi com “Paranoiac Intervals/Body Dysmorphia” – a primeira amostra dos of Montreal para White Is Relic/Irrealis Mood –, e assim parece continuar a ser com o novo tema “Plateau Phase/No Careerism No Corruption” que leva os norte-americanos para um terreno mais afundado em electrónica, com um baixo vincado a acentuar a profundidade dos beats e realçar o brilho das guitarras de tom caracteristicamente indie rock.

A acompanhar o tema – que foi originalmente composto no verão passado para Janelle Monáe com o título “Fucked In Your Driveway” (e transferido para o primeiro verso do novo tema) -, Kevin Barnes divulga também o respectivo vídeo, que embora menos teatral que o anterior, não abandona a mente colorida e bizarra do norte-americano, chegada a altura de conceber imagens para as canções. Sobre a canção, revela,

Lyrically I pulled inspiration from Multiverse Theory, the writings of Wilhelm Reich and the economist Guy Standing, Eastern European party culture, and Bluets by Maggie Nelson, as well as my burgeoning new love affair with a woman of mystery and magic.

Para já, coerência tem sido a palavra-chave, não só em termos sonoros como até gráficos: tanto o nome do álbum como dos dois temas até agora revelados, têm sido acompanhados de títulos com duas designações separados por uma barra, algo que Kevin Barnes justifica com “because so often the songs are about so many different subjects.”

White Is Relic/Irrealis Mood será editado a 9 de Março pela Polyvinyl Records e o 15º longa-duração da discografia dos of Montreal.