Em mês de festas juninas e de santos populares, a playlist das melhores canções da semana desfila com algumas das mais carismáticas vozes femininas da actualidade, regressos aos discos – uns mais que demorados e outros mais que despachados -, muitas vezes com um quase assombro pop, muitas vezes com uma brutalidade emocional e sonora inesperada mas invariavelmente com a colocação habitual no lado de fora do comum, da experimentação, da quebra de limites.

Pete Yorn e Scarlett Johanssen voltaram a encontrar-se em disco, Laura Marling aninhou-se com Mike Lindsay nos LUMP e os Gorillaz acharam que ainda não tinham macaqueado suficiente em 2017 e por isso lá surpreenderam este mundo e o outro com um novo álbum e um dueto com George Benson é um dos temas que abre o caminho para o sucessor de Humanz. Os Death Grips estão de regresso também, os The 1975 seguiram-lhes as pegadas e Kamasi Washington oficializa definitivamente um novo lançamento, Heaven and Earth, o sucessor de Harmony of Difference do ano passado. E para quem estava desde 2012 à espera do terceiro longa-duração dos The Irrepressibles… a espera chegou ao fim.

No que diz respeito a novos nomes a explorar, as sugestões vão para o indie folk dos The Brazen Youth que caminham para o segundo disco com data prevista para o Verão, para os sonhos cocteautwinianos dos Quelle Rox, para a experimentação electrónica de Trevor Powers – o homem que deu vida a Youth Lagoon entre 2010 e 2016 – , e para a soul desconstrutiva mas melódica e sentida de Umi Cooper.

Não podemos deixar em claro as três bandas portuguesas que fazem parte da lista de melhores canções da semana: os já mais que incontornáveis Best Youth e dois nomes que ficam desde já sob observação enquanto umas das melhores revelações de 2018, os PONYROID e os Oitavo Esquerdo. Para desvendar já já aqui em baixo. – Pedro Miguel Alexandre