Dizem os sábios que depois da tempestade vem a bonança. Se na passada semana a selecção das melhores canções recaiu principalmente sobre o ruído das guitarras, nesta colecção dos sete dias seguintes regista-se uma poderosa presença de vozes femininas e de canções planantes, suaves ou, no mínimo, de pendor mais sonhador e arrastado.

O regresso dos Beach House, de Amen Dunes, dos Iceage, de Okkervil River e dos Kero Kero Bonito, o reafirmar da lenda que é Ben Harper, a negritude post-punk dos Preoccupations ou o coração de ouro de Jonny Pierce, são os maiores destaques no que toca ao grandes do universo indie.

Mas vêm também os Soccer Mommy, Forth Wanderers, Halo Maud, Mow ou Mythless, que disparam canções tão grandes na nossa direcção que será impossível não os colocar, desde já, na mira para as grandes novidades do ano. Mas há mais e está tudo aqui para descobrir ou saborear de novo.