Owls - Two
70%Overall Score

Bandas como Joan Of ArcAmerican Football Owen são as raízes fundadoras de Owls (onde a família Kinsella se une de novo). Os Owls são de Chicago e trazem-nos este álbum Two que parece ser uma mistura entre rock e jazz, financiada por muitos contratempos na estrutura das músicas. Não deixa de ser algo novo, mas que se pode tornar monótono e cansativo. Por vezes, parece uma jam session com rotinas, em que cada elemento sabe exactamente o que está a fazer. E isso é bom. Em dados momentos, faz lembrar Sonic Youth sem sujidade nem distorção, embora ainda assim seja algo original e, tal como a capa sugere, um trabalho artístico de colagem, o que em música não é uma coisa simples de se fazer.

“Quatro Trabalhos de Arte” abre-nos as portas a este álbum, fazendo desde logo a ligação à capa, digo eu. Dito isto, esta música embala-nos numa suavidade relaxante. Já a seguinte, “I’m Surprised”, é demasiado igual a muita coisa que se ouve e muito diferente da primeira, embora se perceba que tudo faz parte do mesmo. Two não é um álbum alegre, Two é um álbum com identidade e personalidade. Two talvez seja a junção de técnicas e valências adquiridas ao longo dos anos de trabalho de cada um dos elementos que constituem a banda (Tim Kinsella, Mike Kinsella, Victor Villarreal e Sam Zurick) e por essa razão é um álbum com momentos bastante abstratos (e por vezes absurdos), porque parece que nada se liga nunca. No entanto, faz tudo parte de um todo e isso percebe-se perfeitamente quando se ouve o álbum todo de seguida. Owls em Two não é amor à primeira vista, é algo que se estranha muito e demora a entranhar-se, e mesmo depois disso, temos que fazer uma pausa porque nos põe no meio de um trânsito sonoro. Contudo, contém momentos instrumentais bastante bons, que ao vivo e com boas condições sonoras, é capaz de produzir momentos geniais, como é o caso de “A Drop Of Blood”, na sua entrada para a ponta final.

Owls é original, uma peça única capaz de dar cartas e jogar mesmo não convocando massas, o que talvez também não seja a sua intenção. Owls em Two parece ser uma palestra sobre música (logo, sofre de tudo o que sofre uma palestra, tendo também as vantagens que uma palestra tem, importando o tema e o leque dos oradores), tendo o objectivo de divulgar conhecimento sobre algo específico e dando alguma importância à motivação da audiência sem que isso seja o mais importante, pois quem vai a uma palestra sabe sempre ao que vai.