A plastificidade futurista da estética alvacenta das criações visuais que concedem o sentido artístico ao vídeo para “Clear” do multifacetado músico francês PANTEROS666, encontra nos vocais aveludados, melífluos e bonançosos do compatriota Yoann Lemoine uma paz serena e uma humanização obsequiosa que respira um certo tom de segurança familiar à qual nos temos moldado desde o raiar sonoro de Iron, o EP de estreia Woodkid que nos encheu as medidas no ido ano de 2011 e que tão belas memórias nos traz.

O arremesso de beats instigadores e constantes catapultados para as esferas mais levianas do universo dançável delonga-se numa gelatinidade visual aquosa na qual jogam a abundância musical utópica de PANTEROS666 e a fertilidade do cosmos visual da realizadora Ines Marzat numa fantasia hiper-real magnética onde se diluem imagens orgânicas num caldeirão tecnológico e se graduam as sombras entre a realidade e a virtualidade.

Sobre o processo conceptual berço de “Clear”, PANTEROS666 confessa-nos,

The track has a feeling of freedom and escapism that is much needed nowadays. Woodkid’s voice on the track is as magical as Everything But The Girl’s ‘Missing You’ remix by Todd Terry, which is one of my favorite songs and has the sort of mysticism I was looking for.

Combinando paisagens sonoras experimentais com linhas melódicas áridas, “Clear” encontra-se já disponível pela mão da Bromance Records.

rosana-rocha-sig

About The Author

globetrotter, infografista frustrada, seinfeldo-dependente, apreciadora de aviões, perfeccionista ocd e com vários títulos académicos em factos irrelevantes.

Related Posts