27º, 29º, 30º ou até mesmo 33º. As noites do Verão de 2016 não nos têm dado grande descanso, com temperaturas quase idênticas àquelas que se registam durante o dia. Todo este calor dificulta-nos a tarefa de adormecer e de entrar nos míticos mundos apenas alcançados no reino dos sonhos, o que faz com que muitos sejam aqueles que não descansem totalmente e carreguem um enorme cansaço dia após dia. Face a um cenário tão melancólico, Thomas Edward Yorke disse “basta!” e, no interior daquela mente capaz de produzir maravilhas sem fim e sem nunca esgotar o stock de ‘magia’, criou uma Bedtime Mix para todos aqueles que tenham dificuldades em adormecer… ou simplesmente queiram ouvir as obras-prima do vocalista dos Radiohead.

I spend a lot of time listening and writing music while half-asleep, music that evolves quietly and slowly like the weather, like nature. Machinery bending time—I love that shit. If you’re still awake by the end of it, I’ve done something wrong. Night night. Lights out.”

É dito logo no início da mixtape, criada em exclusivo para a BBC Radio 1, que durante aproximadamente meia hora a dificuldade em adormecer dará lugar a um sono límpido e cristalino, tal é a beatitude que ecoa nos nossos ouvidos; entre b-sides e recriações de Radiohead, “Melatonin” e “Bloom”, há ainda espaço para outros artistas – como por exemplo Laurie Spiegel e William Winant -, brilharem sobre os feitiços de Thom. Genial.

A Bedtime Mix de Thom Yorke pode ser escutada aqui. Caso queiram, antes de ir dormir, ficar um pouco mais na companhia de Thom, deixamos aqui aquele que foi, possivelmente, um dos concertos do ano: Radiohead no NOS Alive.