Apareceu, sem aviso e com uma pitada de mistério, o EP No Plan, logo hoje, dia em que Bowie completaria 70 anos. O EP contempla as últimas gravações do camaleão que juntas fazem parte da banda-sonora oficial para Lazarus, um musical imaginado por si.

A acompanhar o lançamento de No Plan vem também o respectivo vídeo para a faixa-título que conta com realização de Tom Hingston, algo que apanhou também alguns fãs de surpresa. Nele observam-se televisões na montra de uma loja com a letra do tema surgindo pelos ecrãs, como para ser cantado em karaoke, à medida que vão chegando indivíduos até se formar uma pequena multidão em observação do acontecimento. Vemos ainda um pássaro negro a voar pelos ecrãs e o planeta terra. Cada observador vai ficando meio hipnotizado pelas imagens que prendem, sendo que a voz de Bowie e a letra acutilante do tema agem como flechas de fogo na pele.

No Plan encontra-se já disponível no Youtube e nas plataformas habituais como o Spotify e sustenta mais três faixas para além do tema homónimo: “Lazarus”, “Killing A Little Time” e “When I Met You”, temas que foram gravados na mesma altura que as que compõem o alinhamento de Blackstar. Um ano depois deste majestoso disco, um dos melhores álbuns de 2016, Bowie prova que ainda tem cartas na manga e continua a surpreender.

Escusado será dizer que a carga emocional nesta composição é absolutamente desmesurada e é inevitável pensar nas maravilhosas artimanhas de David Bowie sem querer, em simultâneo, sorrir e chorar. É aplaudir em silêncio.

Here, there’s no music here
I’m lost in streams of sound
Here, am I nowhere now?
No plan

Wherever I may go
Just where
Just there
I am

All of the things that are my life
My desires
My beliefs
My moods
Here is my place without a plan

Here
Second Avenue
Just out of view
Here
Is no traffic here?
No plan

All the things that are my life
My moods
My beliefs
My desires
Me alone
Nothing to regret
This is no place, but here I am
This is not quite yet