Em plena comemoração do vigésimo aniversário da banda e do lançamento do seu álbum de estreia epónimo, e após as re-edições em vinil colorido dos primeiros cinco discos da banda, bem como da recém editada compilação A Place For Us To Dream, os Placebo entregam-nos de bandeja o inédito vídeo para um dos seus temas de sempre. No vídeo, pleno da androginia característica dos primeiros tempos da banda, reflectem-se temas como a pluralidade da identidade, o jogo da sedução e da chance, sempre com o incontornável Brian Molko como figura principal. Sedutor, omnipresente, misterioso e cheio de misticismo, como o nú guia o cego, Brian guia-nos por uma noite que bem podia ter saído do imaginário de David Lynch, e no fim sentimo-nos, tal como a música nos tão vivamente recorda, completamente sozinho no espaço e no tempo.

“Every You Every Me”, escondido algures no infindável – e sempre surpreendente -, arquivo dos Placebo é o novíssimo retrato visual da banda. Do baú aparentemente infinito da banda que nos tem presenteado nestes últimos meses com vários vídeos nunca antes vistos, é agora apresentado um vídeo novo para o tema, quase vinte anos após o original ter sido usado para a banda sonora do filme Cruel Intentions.

Importante recordar que A Place For Us To Dream, a novíssima compilação da banda, inclui uma muito pouco conhecida versão do tema “I know”, lançada em 2008 para o filme de origem Mexicana ‘Violanchelo‘, e pode ser ouvida em baixo.

From Placebo to the world, for every one, for every you, for every me.

+ Placebo

Placebo: Vinte anos depois a espiritualidade e a absolvição