Está um belíssimo dia de sol em Woodstock com os Portugal. The Man e os seus “Rich Friends”, e se não tiverem ad blocks instalados nas vossas máquinas, preparem-se para uma torrente de anúncios protagonizados pelos amigos ricos da banda de John Gourley e que mostram que nem tudo o que parece é. No mesmo dia em que os norte-americanos editam o seu oitavo registo de estúdio, lançam também o vídeo para a última faixa do disco que deram a conhecer antes de Woodstock chegar às lojas e às plataformas digitais.

Os Portugal. The Man convidam-nos a interagir com os seus amigos que participam em diversos anúncios de publicidade a produtos de luxo publicados na imprensa escrita e que vão surgindo em cascata num qualquer ecrã de computador como pop ups em ambiente windows. Com um clique, temos acesso a alguns segundos de realidade, uma realidade muitas vezes ilícita, outras negra, que vai muito para além do retrato idílico de perfeição que vemos na imagem estática e revela o ser humano enquanto criatura falível, propensa a vícios e a condutas menos próprios aos olhos do sistema de valores impostos pela sociedade.

O tema já tinha sido relevado na terça-feira passada, dia 13 de junho, preparando os seguidores dos Portugal. The Man para uma esfera sonora bastante mais pop que o habitual, e até mesmo em comparação com os restantes temas do disco, que apresentam neste seu regresso aos discos quatro anos depois de Evil Friends ter sido editado, referências musicais recheadas de elementos electrónicos e r&b, bem longe da psicadelia de outros tempos. Woodstock, que segundo a banda é um compêndio de “todas as coisas parvas” que costumam dizer em privado, saiu hoje pela Atlantic Records.