A banda anteriormente conhecida por Viet Cong está de volta e com o seu novo alter-ego. Preoccupations é a mais recente encarnação da banda canadiana e o nome escolhido veio da criatividade desviante e fracturante do compatriota Chad VanGaalen. Chad voluntariou-se a enviar uma lista imensa de nomes possíveis e entre piadas e brincadeiras sérias, o nome Preoccupations acabou por ficar na ponta da língua de todos eles.

Depois de algumas questões se terem levantado em relação ao uso de um nome que poderia ressuscitar memórias dolorosas de um povo e de poder criar uma associação de apoio a actos violentos, racistas e bárbaros, a banda canadiana viu-se frente a frente com cancelamentos de concertos. Convenhamos que banda que não pode tocar arrisca-se a desaparecer e assim sendo, afirmando que a sua missão é tocar e não um simples nome, Matt Flegel, Mike Wallace, Scott Munro e Daniel Christiansen fizeram o respectivo mea culpa e lançaram-se na procura do novo nome que substituísse a associação ao grupo que aterrorizou e massacrou milhares de vietnamitas durante a guerra com os Estados Unidos.

E cá estão eles. Renomeados mas com a mesma força e tensão que fez do seu disco de estreia uma dos discos mais densos de 2015. O post-punk e a experimentação era uma constante ao longo de todo Viet Cong e aproximou-os dos universos de Blixa e dos seus Einsturzende e dos Birthday Party de Cave. A banda anuncia agora o disco de estreia enquanto Preoccupations e avança já o primeiro vídeo, “Anxiety”. Mais uma vez auto-intitulado, o disco sai em Setembro, a dia 16, pela Jagjagwar.

O vídeo realizado por Yoonha Park é, segundo a banda, uma pequena enciclopédia de fobias, medos e pesadelos a pretos, brancos e sépia característicos da infância. Monstros, personagens bizarras ou a floresta escura nas traseiras da casa e uma canção saída do mais belo e profundo baú das memórias antigas do post-punk.