Prism Tats é na verdade Garett Van Der Spek, músico e artista sofisticado nascido na África do Sul e emigrado para Los Angeles via Seattle. A banda estadunidense que assinou recentemente com a ANTI-Records (Wilco, Tom Waits, Keaton Henson), começou por ser uma “one-man band” em que a bateria era apenas uma batida comum electronicamente pré feita até que Spek introduziu um baterista para tocar ao vivo… e tudo se tornou mais interessante.

Depois de ter lançado o seu primeiro EP gravado em casa, intitulado Excess, Van Der Spek prepara-se agora para apresentar o seu primeiro álbum no dia 15 de Abril. O álbum que vai ter o mesmo nome da banda Prism Tats, foi produzido por Chris Woodhouse (Ty Segall, Wild Flag, Chk Chk Chk…). Chris deu um extra toque de magia na mistura do álbum, resultando em dez músicas sólidas que dão corpo ao disco de estreia. Com um som bastante próprio, Prism Tats promete uma ascensão super rápida no mundo musical underground. Só para começar.

“Death or Fame” é o primeiro single e uma das dez músicas que vão poder ser ouvidas no tão esperado álbum de estreia de Prims Tats.