Automatic For The People é indubitavelmente uma das obras maiores da carreira dos R.E.M., um álbum que se tornou numa espécie de chave mestra que revela várias facetas da perda e da dor sob diversos ângulos. Prestes a completar os seus 25 anos de existência, o disco número oito dos norte-americanos e um dos clássicos incontornáveis da história da música moderna será agora reeditado numa versão deluxe que vai permitir olhar para dentro das sessões de gravação para o álbum através de 20 demos nunca antes reveladas.

Depois de “Mike’s Pop Song”, agora é a vez de “Devil Rides Backwards” proporcionar uma viagem de mais de duas décadas até ao início dos anos 90 – mais precisamente a 1992, ano de edição do disco -, a bordo de uma canção que contém todos os elementos clássicos de uma canção dos R.E.M. e que poderia perfeitamente ter feito parte do alinhamento do álbum. Não é só o diabo que anda ao contrário; quem ouve a nova canção recua automaticamente também no tempo.

A reedição de Automatic For The People que marca a celebração das suas bodas de prata será editado pela Craft Recordings no próximo mês, a dia 20 de novembro.