Imaginem Sam Smith num tom menos soul e munido de uma guitarra, oferecendo-nos baladas e canções melancólicas. O resultado desse exercício mental está em David Rhodes, ou apenas RHODES, como assina os seus trabalhos musicais. Apontado como um dos principais cantautores da sua geração, o britânico  prepara-se agora para lançar o seu primeiro álbum Wishes a 4 de Junho. Com vários EPs editados – Raise Your Love (2014), Morning (2014), Home (2015), Turning Back Around (2015),

RHODES é dono de uma voz grave brilhante, que tão bem sabe conjugar com as letras que escreve, e a guitarra e o piano que muitas vezes o acompanham. Se até 2013 não tinha pegado nunca numa guitarra e dado a conhecer a voz que o destaca, satisfaz-nos e muito que o tenha feito e que nos tenha brindado com baladas e temas melancólicos, como são os casos de “Run”, “Your Soul”, “Home” ou “Turning Back Around”.

Ainda agora começou na música, mas no seu (ainda) curto percurso já se destacam as primeiras partes de espectáculos para nomes como Rufus Wainwright, Laura Marling ou Nick Mulvey ou ainda os London Grammar durante a sua tour pelo Reino Unido no passado ano de 2014. O convívio entre os grandes nomes da música britânica tem sido uma constante; Charlie Fink (Noah and The Whale) produziu-lhe o EP de estreia Raise Your Love (2014); em Morning (2014) foi Ian Grimble, que trabalhou com os Daughter, o responsável pela produção juntamente com Tim Bran e Roy Kerr, produtores do aclamado disco de estreia dos London Grammar.

O álbum de estreia sai a 4 de Junho pela Rhodes Music/Ministry of Sound e o primeiro single “Close Your Eyes” dez dias depois. Mas não desesperem, porque até lá os seus quatro EPs editados saciam-nos e bem a vontade de ouvir a voz, a guitarra e o piano que caracterizam a brilhante música de RHODES.

joao fernandes 2