Richard Ashcroft, Jim Morrisson e até Nick Cave. Começam já a ser recorrentes no quotidiano de Rupert Stroud as comparações que têm surgido na imprensa a alguns nomes incontornáveis que deixaram a sua marca bem vincada no panorama musical ao longo da história. Não serão de todo descabidas.

O cantor e compositor britânico, que tem captado a atenção dos media com as suas melodias acústicas e o seu poderoso registo vocal, revela-nos “Morning Light”, aquele que será o primeiro single retirado do seu próximo álbum. Neste trabalho, Rupert contou com a colaboração do produtor Will Jackson, que no seu currículo inclui nomes como Kaiser Chiefs, Embrace e The Cribs. Uma das grandes revelações de 2012 a ter em conta em 2014.