E assim se começa a desfiar o novelo de nova aventura a solo de Jim James em registo discográfico depois de Regions Of Light And Sound Of God de 2013. O anúncio do lançamento do próximo longa-duração do norte-americano vocalista dos My Morning Jacket – Eternally Even estará disponível a partir de 4 de Novembro pela ATO/Capitol -, vem acompanhado de tema novo, uma ode de lamento, um hino de protesto contra a injustiça social, o circo político que rodeia os momentos antecessores de votações eleitorais, a cultura da violência através das armas realçando, em simultâneo, a necessidade de um mudança de atitude por parte da sociedade em termos colectivos.

Same old lie,

Now who’s getting cheated out?
Your best believe it’s the silent majority.

Guns drawn, faces long
How much killing can be done?

A fórmula psicadélica torneada a violinos e orquestrações fugazes e pianos a pingar ocasionalmente sobre uma construção constante de beats pulsantes que constituem a capa instrumental de “Same Old Lie” vai buscar influências sónicas aos finais da década de 60 do século passado, uma época especialmente fervilhante em acções reivindicativas e embrulhada numa aura de mudança numa América em plena revolução, bastante conturbada e dividida em termos políticos e sociais.

Eternally Even foi produzido conjuntamente com Blake Mills e a sua data de lançamento foi propositamente escolhida de forma a coincidir com as eleições norte-americanas, que decorrerão a 8 de Novembro, e nas quais os seus cidadãos serão chamados a escolher o sucessor de Barack Obama.

And if you don’t vote,
It’s on you, not me.