Eram os Elotee para deixarem de ser e passarem a ser os LOT. Mudou-se o nome, mas a construção musical manteve-se de qualidade superior e superlativa. E muito há –  e tanto -, na electrónica sensual que os LOT produzem, ao ponto de ser perceptível aos primeiros segundos que estamos perante o interlaçar de tecidos electrónicos da melhor casta que se tem produzido, aqui e em tudo o que se encontra sob este sol neste imenso mundo intra-terrestre.

“Staying In Tonight” é, paradoxalmente, uma via rápida aberta, uma porta escancarada, um convite perigosamente sedutor e irrecusável a um mergulho de olhos fechados numa núvem densa e opaca que tenta esconder brilhos foscos e aquáticos que lá ao longe procuram, e conseguem a espaços, trespassar as muralhas poeirentas criadas por poderosas linhas de baixo sufocantes que não deixam oxigénio para respirar mas que incitam, isso sim, a uma proliferação diabólica de sensações no espaço envolvente. E se por aqui pairam laivos de soul à la James Blake ou Chet Faker, nuances de trip hop à la Portishead e beats à la Nicolas Jaar, a verdade é que “Staying In Tonight” não se apoia em nenhum e demonstra uma confiança inabalável e uma emancipação sonora como raramente temos visto, aqui e em tudo o que se encontra sob este sol neste imenso mundo intra-terrestre.

O projecto lisboeta, composto por Pedro Sacchetti dos For Pete Sake e José Evangelista, que actou já na caixinha de surpresas que se convenciou chamar Sofar Sounds Lisbon, lança agora o vídeo para o seu segundo single, após uma primeira aventura com “Mary Jane” quando ainda não tinham ainda deixado cair o seu nome inicial. O vídeo foi gravado no Village Underground e compreende nova colaboração com André Gaspar – o realizador do vídeo para “Mary Jane” -, e João Bessa. O single, esse, sai no final de Outubro, o futuro disco e a sua data de lançamento encontram-se ainda no segredo dos deuses.

About The Author

Related Posts