Após lançarem no mês passado um dos mais ambiciosos discos dos últimos tempos, o grandioso Planetarium composto por um quarteto de cordas, um consorte de sete trombones, pianos e sintetizadores no projeto conceptual que enverga o mesmo nome. Sufjan Stevens, Bryce Dessner dos The National, James McAlister e Nico Muhly divulgaram o vídeo oficial de “Neptune”, uma das mais belas canções do álbum, depois de já se terem descrito as órbitas sonoras e líricas de “Venus” e “Saturno“.

No vídeo somos apresentados à letra da canção envolta na imagem do planeta. A forma singela com que é mostrado Neptuno traduz com mestria o sentimento da canção: ao olhar para o vazio do espaço vemos o interior do ser humano, a sua relação interpessoal, suas fragilidades diante da existência. “What is right and what is wrong? Don’t you hold me too lightly to words.”, sussurra Stevens nos primeiros versos da canção.

Além do vídeo oficial da faixa que abre o disco de 17 canções sobre o espaço solar, o super grupo aproveitou para fazer uma aparição na TV americana. Foi no programa do The Late Show With Stephen Colbert onde a banda se reuniu em palco para mostrar ao vivo o single ‘Mercury’, uma canção que começa com pianos e desagua num crescendo que no final ganha sintetizadores hipnotizantes.