Há, felizmente, coisas imensamente bonitas no mundo e esta é indiscutivelmente uma delas.

E se os próprios dizem que tocam “melodias”, quem somos nós para discordar. Sim, são mesmo melodias e estão carregadas de brilhos marítimos lunares, de camadas nostálgicas compostas por guitarras agridoce de uma negritude dreamy particularmente luminosa e vívida.

“The Tape Of You”, em especial, consegue condensar no que parecem ser uns brevíssimos 4 minutos muito do melhor que o shoegaze tem para oferecer. Sem nunca cair na tentação de se delongar em demasia em deambulações contemplativas ensimesmadas, repetitivas e supérfluas, tudo aqui gira à volta de beats vibrantes que encapsulam synths incitadores de memórias passadas das quais não nos queremos libertar e anfitriões de uma tonalidade psicadélica discreta mas reconhecível.

Os londrinos Sulk, que colaboraram no primeiro disco Graceless com Ed Buller (Suede, Pulp, White Lies), fazem de “The Tape Of You” a primeira amostra para No Illusions, o segundo álbum da banda a encher as prateleiras das lojas, virtuais ou não, dia 15 de Abril pela Perfect Sound Forever. É uma viagem que se nela derem o primeiro passo, vão querer dar muitos mais. E muitas vezes.