Mark Kozelek está a par com os seus Sun Kil Moon com o ano de 2018 já bem preenchido. Depois do anúncio de vários discos assinados pelo ex-Red House Painters que irão sair tanto em nome próprio, como com os Moon, a que se somam as parcerias a que o norte-americano tem vindo a habituar os fiéis, a agenda de concertos de Mark começa a dividir-se por várias datas espalhadas pela Europa e pelos Estados Unidos. O mês de Setembro está reservado para o norte da América e Outubro para a velha Europa, mas o ataque aos palcos começa já em Maio, com os Sun Kil Moon a descerem à América do Sul para duas datas.

Segundo o site oficial da Caldo Verde – editora de Mark pela qual edita toda a sua obra e em que, pontualmente, entram algumas apostas do músico -, os Sun Kil Moon tocam em São Paulo no Balaclava Fest que acontece no dia 13 de Maio, inseridos num cartaz que até agora conhecia os Future Islands como único nome confirmado. A banda de Kozelek toca também no Fauna Otono Festival, em Santiago do Chile, no dia anterior.

No decorrer de 2018, Kozelek partilhou três temas novos que farão parte dos discos já anunciados para irem saindo ao longo do ano. “This Is My Town” e “My Love For You Is Undying” foram as primeiras amostras, às quais se sucedeu “Day In America”. O primeiro disco a ver a luz do dia será o homónimo Mark Kozelek a dia 11 de Maio, mesmo a tempo para chegar a São Paulo com disco novo já editado. Para recordar em baixo, um dos temas do disco colaborativo Yellow Kitchen com Sean Yeaton, dos Parquet Courts, lançado em 2017.

O Balaclava Fest acontecerá no Tropical Butantã e os ingressos já podem ser adquiridos via internet e nos pontos de venda físicos habituais. O line-up será divulgado aos poucos. Segundo a organização, não há nada de The Drums e Wavves, conforme andou por aí a circular.

Lê também: Mark Kozelek revela “This Is My Town” e “My Love For You Is Undying” do novo álbum