A beleza que emana dos sentimentos e conselhos ternos de Rubel em “Ben” encontra-se colorida em traços inspirados no jogo de vídeo Super Mario Bros, naquela que é uma canção suave e delicada e que apela ao coração. Ainda não se trata, no entanto, do lançamento de um novo trabalho do carioca; a subtileza e o tom intimista da canção dedicada ao seu pequeno sobrinho Benjamin, faz parte do Pearl, o último registo de estúdio de Rubel editado em 2013.

Os brinquedos da infância, a ida para escola, os aniversários, medos noturnos, o primeiro amor e até a separação dos pais, representam o ciclo da vida e os desafios constantes que são enfrentados pelo super Ben na animação que teve direcção do próprio Rubel em parceria com nomes como os de Antonia Muniz , Miguel Carvalho e da artista gráfica Ana Bolshaw. Rubel confessa:

Da infância à adolescência: a escola, o medo do escuro, o primeiro namoro, a separação dos pais. BEN faz um retrato inusitado do desafio que é crescer e deixar algumas coisas para trás.

A ternura da canção diante de uma relação familiar tão verdadeira será sempre bem-vinda, assim como as doces linhas compostas e cantadas por Rubel.

A vida é boa quando se brinca demais.
Quando se canta e não se olha pra trás.
Só não se esquece que eu sou parceiro e sem mais.