Os Swans passaram por Portugal para dizer adeus a uma estrutura e um formato. Não foi o canto do cisne mas foi a última vez que os vemos antes da transmutação anunciada. Um concerto simplesmente para não esquecer que teve na primeira parte a bizarria burlesca de Baby Dee. Estas são as imagens de uma noite junto ao Tejo no Lisboa Ao Vivo. A reportagem escrita pela Sandra Cavaleiro aqui.