Pouco a pouco os The Drums foram perdendo as baquetas e ficando reduzidos à mente criativa do seu fundador Jonny Pierce, a bateria solitária que ainda resiste ao tempo e rufa nas melodias leves e frescas do próximo álbum que se vai compondo a escassas semanas do seu lançamento. Mas nem por isso o som do nova-iorquino sofreu alterações de maior: continua viçoso e luminescente o baloiçar quase inocente e cândido de um indie pop à primeira vista soalheiro e vibrante, mas impregnado de uma tristeza intrínseca quase imperceptível.

A “Heart Basel” e “Blood Under My Belt“, as duas primeiras mostras para Abysmal Thoughts, junta-se agora “Head Of The Horse”, o terceiro tema do quarto álbum de originais do(s) The Drums. Embora encontre uma órbita descrita à volta de um embalo bem mais sussurrante e delicado de tonalidades menos vívidas e primaveris quase ao jeito de uma lullaby indie que as canções anteriores, autênticos hinos estivais a chamar as ambiências quentes e dançáveis, o novo pedaço de música sob o comando da resiliência insulada de Pierce encontra um recanto onde repousa tranquila e melancólica.

“Head Of The Horse” incide a sua lírica sobre os dilemas decorrentes da consciência crescente da sua homosexualidade. Jonny Pierce confessa:

I grew up in a poor and dirty town called Horseheads, NY. I am the son of two pentecostal preachers who have always been outspokenly anti-gay and this made for a childhood that was riddled with self doubt, confusion and a lot of self-hate. I remember being anxious all the time and turning to music as an escape.

Music bought me to New York City, where I live now as an adult. But I am coming to find out that being an adult doesn’t mean much at all. We are all just kids in bigger, older bodies. We all still know very little about the world and even less about ourselves. I find that the past still dominates a lot of my daily experiences – sometimes to the point of feeling paralyzed. The goal is to heal, and I think I am – but at a much slower pace than I am comfortable with.

Abysmal Thoughts sucede a Encyclopedia de 2014 e é editado no próximo dia 16 de junho pela ANTI-.