Há uma floresta mágica coberta pela frescura do orvalho matinal de onde sai uma mulher misteriosa rumo a um destino desconhecido. Há uma estrada lynchiana separada por um traço amarelo florescente que se destaca por entre a névoa densa de uma noite ligeiramente iluminada pelos faróis de um automóvel de marca também ela desconhecida. Há narrativas pessoais, histórias universais confinadas entre quatro paredes que uma câmara monocromática se encarrega de descrever ao olhar. Uma traição, uma fuga, uma noite passada num qualquer motel anónimo, um transgressor denunciado pelo retrovisor, uma cassete que repleta, presume-se, de provas comprometedoras que voa, desenhando ao acaso o rumo de uma tragédia anunciada, a chuva que não apaga um fogo vingativo. E no fundo, na sombra da maior escuridão, Brandon Flowers e os seus The Killers assistem, inertes, ao desenrolar de mais um conto, como tantos outros, em que uma vida em comum cai em desgraça.

O novo vídeo dos The Killers, desta vez para “Run For Cover”, revela de forma metafórica o que a letra da canção já denunciava: um apelo à auto-análise das acções individuais no contexto do sistema de valores de cada um e a aceitação da imperfeição inerente à condição humana num retrato apresentado aqui sob a forma de uma relação extra-conjugal.

What have you gathered to report to your progenitors?
Are your excuses any better than your senator’s?

Um momento digno de rock de estádio à antiga, um hino que desencadeia uma urgência com o maior sentido de melodia que lhes moldou a carreira, “Run For Cover” foi estreada ao vivo em meados de junho durante a presente digressão dos The Killers pela América do Norte, tendo sido lançado como single no final do mês seguinte, isto já depois da banda ter revelado “The Man”, o outro tema que já conhecemos do próximo disco e que trouxe com ele também o anúncio da oficialização do sucessor de Battle Born, já de 2012. Wonderful Wonderful será assim o quinto registo de estúdio da banda de Las Vegas e é editado a 22 de setembro pela Island.