Os irmãos Reid entram num carro, deverá ser um Ford Cobra de 69, no radio, ainda de sintonia manual, tocam cassetes de Faust, Can e Neu!. Aceleram estrada fora com os Black Rebel Motorcycle Club, Underground Youth e  The Black Angels em perseguição cerrada a um fantasma motorizado de cabedais negros e as chaves do inferno na Terra guardadas numa caixa de cigarros secos e envelhecida pela estrada… num bolso junto onde em tempos houve um coração.

Depois de em 2013, Songs Of Lies And Deceit ter sido aclamado pelas maiores publicações da esfera rock como a Les Inrocks, Clash, Rocksound, Clash ou Classic Rock, surpreendendo pela capacidade de romper uma barreira estilística e agarrar o apoio dos mais distintos espectros do fabuloso mundo do rock’n’roll, os The Lucid Dream regressam agora com o auto-intitulado segundo disco pela Holy Are You? Recordings. The Lucid Dream sai a 30 de Março e é nos introduzido por esta “Cold Killer”, uma trip de batidas marciais de uma Moe Tucker com muitos ácidos e da distorção catastrófica dos A Place To Bury Stangers e Suicide com o retoque vintage único até agora dos Raveonettes.

Venham as novas doses de sonhos lúcidos em ondas de noise e rock!!!

alec peterson sig