Hoje é o melhor dia para comer bolinhos junto ao mar desde 2012, ano em que os The Sea And Cake lançaram o seu último disco de originais, Runner. E porquê? Porque a mítica banda de Chicago anunciou hoje (podemos dizer finalmente?) que há disco novo a caminho para Março.

Os The Sea and Cake, que atravessam já duas décadas e muito em torno de singulares abordagens pop ao mundo do indie-rock armado de jazz, electrónicas e até de reflexos de luminosidade folk tropicalistas, estão de volta para o 11º longa-duração de uma carreira começada em 1994 na incubadora post-rock de Chicago. “Any Day”, o primeiro dos olhares sonoros para o disco que sai mais uma vez (como quase sempre) pela Thrill Jockey, não deixa muitas dúvidas sobre o sentimento de pertença da música no universo seaandcakeiano: a voz de Sam Prekop balouça de forma terna na cama de rede tecida entre os ritmos jazzy ma non troppo da bateria de John McEntire, enquanto as guitarras se arranjam e aninham em linhas melódicas soalheiras. E se Copacabana fosse em Chicago? Seria calcorreada ao som de “Any Day” everyday.

E o que mudou desde que Sam Prekop, John McIntire e Archer Prewitt lançaram o último álbum há seis anos? Para começar, falta Eric Claridge na formação. O baixista deixou os The Sea And Cake e foi precisamente depois de Eric, um dos seus fundadores, ter deixado os bolinhos todos para os restantes elementos da banda, que o novo disco começa a tomar forma. Este é o primeiro LP dos The Sea And Cake escrito e gravado como trio e sai no próximo dia 11 de Maio.

Any Day
01. Cover the Mountain
02. I Should Care
03. Any Day
04. Occurs
05. Starling
06. Paper Window
07. Day Moon
08. Into Rain
09. Circle
10. These Falling Arms

 

The Sea and Cake - Any Day

The Sea and Cake – Any Day