A última edição impressa da Under The Radaé dedicada ao tema Protesto, sob o qual vários artistas seguram cartazes da sua própria autoria manifestando-se sobre uma qualquer causa. Um desses artistas é Thurston Moore, que protesta pela libertação de Chelsea Elizabeth Manning, uma soldado transsexual que foi condenada a 35 anos de prisão depois de se ter envolvido no processo “Cablegate”. Bradley Edward, antigo nome de Chelsea Elizabeth, teve acesso a documentos diplomáticos americanos que comprovavam ataques militares a civis iraquianos em cidades como Bagdad. Vários destes documentos, tais como Reykjavik13 e Baghdad Airstrike, puderam ser vistos no Wikileaks e em várias publicações periódicas.

Toda esta clara envolvência política duvidosa americana levou a juntar vários artistas de todo o mundo. Um deles foi ex-Sonic Youth Thruston Moore. Na foto, o músico segura um cartaz de protesto, feito pelo próprio, dizendo “Free Chelsea Manning”. Todos os intervenientes nesta campanha têm uma mesma forma de protesto para esta edição da Under Radar.

Também como forma de demonstrar o seu desagrado com esta situação, Thurston Moore anunciou “Chelsea’s Kiss”, um single que será lançado na Cassette Store Day. Esta edição trará também “Sad Saturday” como lado B. Sai com o selo da Blank Editions no próximo dia 8 de Outubro e conta com Ryan Sawyer (que substitui Steve Shelley na bateria), Debbie Googe (baixista dos My Bloody Valentine) e James Sedwards (guitarrista dos Nøught), todos membros da Thurston Moore Band.

Parte dos lucros conseguidos com “Chelsea’s Kiss” reverterão para a Chelsea Manning Support Network. E como eles dizem, libertem Chelsea Manning!

Thurston Moore por Wendy Lynch Redfern

Thurston Moore por Wendy Lynch Redfern