Já o dissemos aqui várias vezes e, para algumas pessoas será senso comum, mas muita da música maravilhosa que recebemos vem precisamente das bandas-sonoras. Leonardo DiCaprio, para além da marcante carreira de actor, tem sido um fervoroso activista nos assuntos da ecologia mundial. Com “Before The Flood”, o novo documentário de Fisher Stevens estreado no Canadá na sexta-feira passada, os perigos do aquecimento global estão em destaque.

DiCaprio, embaixador da ONU para a paz em assuntos climáticos, é um dos produtores da obra que só chegará ao grande público no fim de Outubro. Não é por acaso que a sua estreia coincide com as eleições presidenciais nos Estados Unidos da América e o canal National Geographic americano exibirá o documentário por essa altura, também.

Assim, Trent Reznor, cabecilha dos The Nine Inch Nails, uniu um grupo de incríveis músicos em prol da música que deve acompanhar este pertinente filme: Atticus Ross, Gustavo Santaolalla e os Mogwai. Reznor foi igualmente responsável pela banda-sonora de filmes como “The Girl With The Dragon Tattoo” ou “Gone Girl”, ambos de David Fincher e Santaolalla é já um compositor experiente no que diz respeito à procura da melodia perfeita para a grande ou pequena tela, tendo criado a fenomenal banda-sonora de “Brokeback Mountain” ou “Babel”, e também de“Making a Murder”, série da Netflix.

Ross e Reznor ganharam inclusivamente o Óscar da Academia para melhor banda-sonora original com “The Social Network” de Fincher em 2013. A dupla supervisionou este projecto de enorme criação e qualidade e tentou, ao máximo, atingir uma composição de excelência musical a fim de coincidir e impactar com a carga visual. Para um documentário com estas características só música à medida, isso é certo. Diz-se que o grupo conseguiu capturar a emoção e o sentimento da viagem que o filme permite, tentando compreender onde a situação das mudanças climáticas vai chegar e quão frágil está o nosso planeta. Acreditem que está muito muito frágil… e são imensas as questões que se colocam, em que tantos indivíduos ignoram a seriedade deste assunto e o menosprezam.

Esta é, assim, uma reunião de veteranos. Estejam bem atentos pois no próximo mês, quando o álbum sair, poderão escutar esta pérola e ver o documentário que é, em tudo, uma forte chamada de atenção. A nossa época encontra-se numa posição muito crítica, meus caros.