Sexo e alimento, duas coisas indispensáveis no desenrolar da alegria dos dias. Dizemos nós e sublinham os Unknown Mortal Orchestra, que seguem sem grande vontade de abrandar até ao quarto álbum, Sex & Food, desde que colocaram o capacete branco de “American Guilt” em finais de Janeiro.

Entretanto, encheram de moscas e lixo o poderosíssimo bloco de rock rouco no respectivo vídeo uns dias mais tarde, e o mês não acabava sem que Ruban and the boys baralhassem as contas da direcção sonora em que se dirigiam, voltando ao fuzzy soul de Multi-Love, o disco anterior, de 2015, com “Not in Love We’re Just High“. Não contentes com a pergunta que deixavam no ar, os U.M.O. abriam Março com uma versão acústica para a faixa que encerra o novo disco, “If You’re Going to Break Yourself“. Se é algo aproximado ao vídeo que revelaram no 6 Music Live Room da BBC, só se irá saber quando no dia 6 de Abril o cabaz de Sex & Food chegar às mesas de todas as famílias.

Como Março está a chegar ao fim e para manter o ritmo dos princípios e finais de mês, os neo-zelandeses adiantam mais uma peça desse cabaz para se ir vendo ao que sabe. “Everyone Acts Crazy Nowadays” foi divulgada de uma daquelas formas curiosas que são cada vez mais frequentes nos dias que correm. Há uns dias, algumas das pessoas que fizeram a pré-compra do disco, receberam na caixa do correio um envelope com panfletos: Age of Paranoia era a mensagem escrita, juntamente com o url  EveryoneActsCrazyNowadays.com. Sabe-se agora que este seria o título do novo single a ser estreado.

Os Unknown Mortal Orchestra tocam este ano no Porto, inseridos no cartaz do NOS Primavera Sound.