Vincent D’Onofrio, mais conhecido pelos seus papéis em filmes como Ed Wood, JFK, Full Metal Jacket, Strange Days ou The Judge – filme deste ano com Robert Duval, Robert Downey Jr e Vera Farmiga que acabou de estrear na salas de cinema em Outubro passado – vai lançar em Março de 2015 Slim Bone Head Volt Vol. I., disco de punk spoken word a meias com Dana Lyn, violinista e compositora de Brooklyn, editado pela Buddhabug Records.

Esta colaboração, que se espera para continuar tendo em conta o Vol. I do título, começa nos ensaios de uma peça off-Broadway onde ambos participavam. D’Onofrio enviava os seus pensamentos mais extremos, cómicos e incontidos por sms para os colegas e Lyn apaixonou-se por estes textos. Resolvida a dar-lhes vida através da sua música, Lyn encorajou o actor a escrever mais e mais até chegarem àquilo que é este Slim Bone Head Volt, uma peça de arte nascida e ligada de forma intrínseca àquilo que é o teatro. Ou parafraseando, roubado, pilhando ou simplesmente citando o press release:

Slim Bone Head Volt is the free-form system of Stanislavski mixed with the daring of Sturm und Drang and the broken fourth wall of improvisation; it’s Ionesco and Brecht meets The Last Poets and Tom Waits; a theater-of-the-absurd-in-the- round and unabashed circle in the square times of today.

Um circo louco de sons onde o jazz e o punk se encontram com o teatro improvisado, a poesia e o noise do bairro mais arty de N.Y.C.. É abrir a mente e deixar as histórias entrarem nada calmamente!

“I just saw myself in the mirror and my image wouldn’t shut up,” – Vincent D’Onofrio

alec peterson sig

D'Onofrio (2)