É hipnoticamente líquida nas profundezas frias e mágicas dos oceanos, magnetiza vertiginosamente numa infinitude celestial e finda em faíscas eruptivas terrenas que culminam em explosividade carnal. É diamante meticulosamente lapidado em cujas faces se espelham o crepitar das percursões e a sensualidade exótica de Bat For Lashes e a suavidade rebelde do trip-hop de FKA Twigs; é arquitectura complexa e poderosa nas sombras vulcânicas de mares cavernosos.

Andrea Balency regressa seis meses depois com novo EP num r&b esparso e atmosfericamente insigne e não o faz de mansinho. “Waterfalls” cai estrondosamente com uma fragilidade carnuda e leveza infatigável e rebenta numa sucessão alucinante de golpes de tambores e trovões. O EP Volcano, do qual é o primeiro avanço, estará disponível a 16 de Março e precede o álbum de estreia da franco-mexicana, ainda sem data definida.

rosana rocha sig

About The Author

Related Posts