Elas quase que lançavam um disco em completo blackout… quase, porque “New Song” cumpriu em pleno a função de nova música e de introdução a Heads Up, o terceiro disco das norte-americanas. Mas não, as Warpaint não nos iam deixar quase a seco até sexta-feira, dia marcado há muito nos calendários pela Rough Trade como o dia em que Warpaint de 2014 ganhava sucessão no trono especial dos corações dos milhares de Warpainters espalhados pelo mundo fora.

“Whiteout” vem assim acicatar as mentes mais que curiosas e baralhar o jogo, pois se estava garantida uma abordagem mais colorida e dançável – ou, pelo menos, veio essa promessa agregada a “New Song” -, o tema agora revelado encaminha-nos de volta para terrenos mais próximo da penumbra e das dreamy landscapes de The Fool, o longa-duração de estreia de Emily, Jenny Lee, Stella e Theresa.

Heads Up é o primeiro disco em que as Warpaint não gravam em conjunto em estúdio enquanto banda completa mas optam por uma nova abordagem. Gravar elemento a elemento ou a pares foi a opção e pode bem ser esse o factor decisivo que conduzirá a um disco mais aberto em termos sonoros atravessam as várias facetas de cada uma delas. Para conduzir as operações foi chamado Jacob Bercovici, o produtor de Exquisite Corpse, EP de estreia das californianas.

Enquanto não chega sexta-feira… “Whiteout”.