Os ex-Smith Westerns Julien Ehrlich e Max Kakacek foram uns dos grandes vencedores da edição 2016 do nosso mui beloved Festival de Paredes de Coura. A falsa primavera que atravessa Light Upon The Lake, o disco de estreia dos Whitney, deixou uma aura de amor de Verão a tantos que os descobriram na ainda tão recente tarde de Setembro e selou com muita certeza mais uma daquelas ligações entre bandas e Portugal que o tempo vai fazer estreitar… isso e mais alguns regressos aos palcos nacionais.

Para dar aquele empurrãozinho à love story e matar saudades, nada melhor que um novo vídeo, certo? Certo! Mas “Polly”, a canção escolhida para levar o retratamento visual adequado, é exactamente o oposto de uma love story. É antes uma reflexão sobre os vícios e manias do ego que estão comummente por detrás de tantos males de amor. A incapacidade de ver além da experiência na primeira pessoa e da real compreensão dos sentimentos e necessidades do outro. Mais um capítulo de análise de Julien e Max que escreveram Light Upon The Lake em pleno acto de enterro doloroso das relações de ambos. A música a manter presente o seu papel de ombro amigo.

O vídeo para “Polly” foi realizado, desenhado e ilustrado pela japonesa Sarina Nihei ao longo de dois meses. Light Upon The Lake foi lançado pela Secretly Canadian em Junho passado.

There’s a lot of true feeling behind these songs. We wanted them to have a part of our personalities in them. We wanted the songs to have soul. – Julien Ehrlich