Quase dois anos depois de um fim de tarde e de uma noite de Outubro junto ao Padrão dos Descobrimentos, Monsieur Yann  Tiersen retorna para reconfortar e aquecer os corações lusitanos desta vez na sala da Rua das Portas de Santo Antão, vulgo Coliseu de Lisboa.

Em 2014, Tiersen carregava consigo a infinitude enquanto temática do disco que trazia para apresentar e agora vem para nos guiar numa visita pela sua terra natal, Ushant, ilha ao largo da costa da Bretanha, na qual o compositor e multi-instrumentista bebeu toda a inspiração para o novo trabalho Eusa, um livro de pautas de 96 páginas luxuosas com gravações de campo. Dez novas composições e coordenadas de GPS para os pontos visitados. A viagem pela essência do Eu de Yann foi captada fotográficamente pela sua noiva Emilie Quinquis, bem como através da captação do som ambiente de cada um dos espaços escolhidos.

cada peça está relacionada com uma determinada localização desta ilha localizada ao largo da costa da Bretanha, chamada Ushant, “Eusa” na linguagem local, onde eu vivo. Ushant é mais do que uma casa, é uma parte de mim. A ideia foi criar um mapa musical da ilha e por consequência de quem eu sou.

Esta é a primeira tour a solo de Yann em dez anos e iremos contar com uma noite íntima entre nós, ele, um piano e pontuais aparições de um violino.

Bilhetes à venda amanhã.