Depois de em inícios de Janeiro as Hinds terem andado pelas interwebs a deixar indícios que iriam regressar este ano com uma nova colecção de discos, as madrileñas confirmaram a edição de um novo disco e mostraram já o preguiçoso e blasé single de avanço, “New For You“, mais virada para a sonolência de Mac DeMarco que algumas das composições de tom mais punkish e garage do álbum de estreia, Leave Me Alone, editado em 2016.

Agora, Carlotta, Ana, Ade e Amber mostram mais um pedaço de som para I Don’t Run, o segundo álbum das Hinds que andará por aí a rodar o seu indie a partir de 6 de Abril pela mão da  Mom + Pop Music. “The Club” vê a banda chegar-se mais a um rock arraçado de The Strokes num formato canção mais paciente, trabalhado e demorado na melodia e menos frenético, que deixa a sensação de ser quase instintivo e improvisado como muitas das composições anteriores.

Tendo em conta os dois primeiros avanços para I Don’t Run, as Hinds dão mostras de mostrar um cuidado e uma sensibilidade maior com aspectos relacionados com a produção, ao mesmo tempo não deixando para trás as tonalidades lo-fi que lhes sempre foram inerentes. Sobre o tema, Carlotta confessa:

When we wrote The Club and first listened to it we couldn’t believe that we hadn’t write it before and that we hadn’t been listening to it for years. A friend said that it is more Hinds than Hinds themselves hahah. That’s why we chose putting it as the track 1 of the album. From now on it’s our presentation card.