Com uma composição química dedicada quase em exclusivo a tendências retro dançantes num registo disco-glitter, Everything Now – o último lançamento discográfico dos Arcade Fire que completa, daqui a pouco mais de um mês, um ano de rotação sob bolas de espelhos rodopiantes retro e purpurinas espaciais, reserva também um cantinho do seu alinhamento para mergulhos em areias jamaicanas e fumos psicotrópicos numa clara inclinação para o ska, o dub ou o reggae.

Esse cantinho, que tira o quinto álbum da banda canadiana dos calores herméticos de sábado à noite para os transportar para os calores regados a pinãs coladas e mojitos domingueiros, levou o nome de “Chemistry”, o tema que agora recebe uma representação visual que retrata uma historinha de amor entre um cachorrinho e uma gata, vindos de estratos sociais distintos, entalada entre a realidade e a ficção, entre o palpável e o que se resume ao domínio da ciber-animação, que começa num baile cerimonioso e termina numa festa carnavalesca (com já vem sendo hábito) na rua.

Com o vídeo, realizado por Ray Tintori – que trabalhou já com os MGMT, Chairlift e Moses Sumney -, chega também uma versão alternativa da canção, gravada ao vivo num estúdio em New Orleans. “Chemistry” e “Chemistry – Live Boombox Mix” ambos para ver em baixo. Everything Now foi lançado a 28 de julho de 2017. A banda passou já este ano por Lisboa, em Abril, no âmbito da sua Infinite Content tour, e voltam em Agosto, como parte do cartaz do Vodafone Paredes de Coura.