Já se sabia que André Henriques, um dos centros criativos dos Linda Martini, estava com as malas feitas para uma temporada a solo. O disco de estreia do guitarrista e vocalista da banda portuguesa, lançado a 13 de Março, vai-se chamar Cajarana e André tinha já mostrado “E De Repente”, primeiro single e vídeo retirado do álbum.

Hoje o músico dirige-se a “Uma Casa Na Praia” para pensar sobre a dificuldade das relações e dos objectivos sem objectivo da modernidade envolvendo o segundo single num vídeo de Joana Linda, responsável também por “E De Repente”.

Sobre o tema, Henriques explica que:

Fala da cidade, do trabalho e das rotinas. Sempre que a oiço lembro-me do último dia das férias de verão, quando sabemos que no dia a seguir vamos voltar ao cimento e aos empurrões nos transportes públicos. E depois é aquela utopia: e se ficássemos aqui para sempre, onde somos mais felizes? Mas logo a seguir surgem as dúvidas e os argumentos que nós próprios construímos para nos prendermos. Toquei a música para a banda que me acompanha e instintivamente toda a gente encontrou o seu lugar em poucos minutos. A ginga remete-me para África/ Brasil, o que a torna única no contexto do disco.

André Henriques tem já uma série de concertos marcados por todo o país. Datas depois do vídeo.

29 de Março
Fafe – Teatro Cinema de Fafe
18 de Abril
Setúbal – Casa da Cultura
22 de Abril
Lisboa – Capitólio
01 de Maio
Ponte de Lima – Teatro Diogo Bernardes
02 de Maio
Tavira – CP Santo Estevão
16 de Maio
Vila Real – Teatro de Vila Real
22 de Mai0
Braga – Theatro Circo
30 de Maio
Gafanha da Nazaré – Fábrica das Ideias