Já vai longa a discografia de Ani DiFranco e mais longa ainda ficará no próximo mês, altura em que se completa mais um ciclo discográfico – o décimo nono -, na carreira da norte-americana. “Zizzing” é a última mostra para Binary e espraia-se no tempo com uma linhagem de instrumentos que se entrelaçam de forma particularmente desigual e inusitada, criando uma ambiência intrigante e ao mesmo tempo fascinante e magnética com os seus detalhes e pequenas nuances que mesclam electrónicas com violinos e violoncelos.

É nesta complexa teia de instrumentalizações orgânicas e titubeantes que se avista, lá ao fundo, esse timbre tão familiar e apaziguador de Bon Iver, que agasalha “Zizzing” com a sua quentura e a traz um pouco à terra da órbita levitacional para a qual DiFranco a conduz. Binary é lançado a 9 de junho pela Righteous Babe Records e sucede a Allergic To Water de 2014.