Dizem os manuais da indústria discográfica que um single deve ter cerca de 3 minutos. É mais facilmente assimilado por quem ouve e tem sempre a possibilidade de ter airplay nas rádios, dizem. Agora vamos ao que interessa: Arca tem um novo single e chama-se “@@@@@” e tem 62 minutos. Ou seja, Arca falhou por 59 minutos o objectivo neste regresso aos originais depois do disco homónimo de 2017.

Falhou mas não foi a primeira vez. Em 2013, a produtora venezuelana tinha já lançado “&&&&&“, um outro trabalho a quem chamou também de single mas dessa vez SÓ tinha um pouco mais de 25 minutos.

Sobre um single de 62 minutos não há muito a dizer… mas Arca disse isto:

@@@@@ is a transmission broadcasted into this world from a speculative fictional universe in which the fundamentally analogue format of FM pirate radio remains one of few means to escape authoritarian surveillance powered by a hostage sentience gestated by a post-singularity AI. The host of the show, known as DIVA EXPERIMENTAL lives across multiple bodies in space in virtue of her persecution- in order to kill her, one would first have to find all of her bodies. The bodies that host her carry fetishes for paralinguistics, breaking the fourth wall and nurturing a mutant faith in love in the face of fear.

Lê também: Em preparação para o folk sangrento e sintetizado do novo trabalho, Arca surge com quatro novos temas