Son Lux

Gloria gloria, aleluia! Habemus novo disco de Son Lux! Ryan Lott regressa com um manual de auto-ajuda tanto à escala planetária como do nosso microcosmo interior. Descrito pelo compositor americano como um incitamento a uma revolução interior e global, Bones reclama por uma metamorfose e uma evolução da espécie enquanto organismo vivo colectivo.

O anúncio do sucessor do brilhante Lanterns já vem com data marcada para 23 de Junho e com o selo Glassnote, albergue ilustre dos não menos ilustres Two Door Cinema Club, Daughter, CHVRCHES e The Temper Trap. Sem muito mais do que o tema de apresentação, este “Change Is Everything” marca o regresso de Son Lux agora em formato trio, com a adição de Rafiq Bhatia às guitarras e de Ian Chang escondido atrás do kit de bateria à formação fixa do projecto até aqui a solo do multifacetado e atarefado Ryan que, desde 2007, corre entre os Son Lux, Sisyphus com Sufjan Steven e Serengeti, colaborações várias com Lorde, Nico Muhly e Matthew Dear, entre outros e a escrita de bandas sonoras como a de The Disappearence Of Eleanor Rigby, filme de 2014 realizado por Ned Benson.

Por agora, as mudanças são tudo…

alec peterson sig

 

 

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/187454638″ params=”color=ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]