Boogarins escrevem um novo Manual

O furacão psicadelismo continua a inundar o mundo mas já em fase de desaceleramento e em fase de 1001 mutações e fusões. Os brasileiros Boogarins são –mas na verdade já o eram antes desta nova fase fusionista do psych – um dos melhores exemplos à escala mundial de como a simplicidade pode ser psicadélica e de como o legado que foi deixado no tropicalismo faz décadas ainda está vivo e é relevante. Vem aí o novo disco a 30 de Outubro, chama-se Manual e refina aquilo que já vinha a ser o caminho da banda de Goiânia em As Plantas Que Curam de 2013. Psicadelismo que não se perde no seu umbigo caleidoscópico, estruturado em melodias doces talhadas em planos atmosféricos e ao mesmo tempo tão concretos.

Esta é o segundo single, “6000 Dias”, e a gravação ao vivo no Centro Cultural de São Paulo para o single que apresentou o novo disco, “Avalanche”. Todas para ver ao vivo e a cores por cá a 14 de Novembro em Lisboa no Musicbox e a 15 de Novembro no Porto no palco do Maus Hábitos.

 

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/226599809″ params=”color=dd5135&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]