Dan Snaith continua a usar o seu Caribou de forma introspectiva e suave ajustando o seu animal do poder para longe dos trejeitos mais docinhos da chill-wave e alimentando-o de electrónica alinhada com a dreampop mas também com telas de house e hip-hop aonde vai pintando paisagens digitais recorrendo sempre a uma sensibilidade reconhecível a léguas. Suddenly, editado como quase sempre pela City Slang, é Caribou por todo o lado, mas é também o disco do canadiano onde parece querer partir para um outro ponto qualquer da sua cartografia sonora.

Não tão Suddenly assim, vemos Caribou chegar ao seu quinto longa-duração já que o primeiro álbum de Snaith com este alter-ego foi The Milk of Human Kindness no distante 2005.