Os Ceremony estão de volta com o mundo deles a virar lentamente para outras coordenadas. A banda, pouco dada a águas paradas, deixou a Matador Records – onde deixou a sua marca com os disco Zoo de 2012 e The L-Shaped Man de 2015 – e assinou pela Relapse, editora habitualmente habitat de bandas com outro nível de peso mas por onde já passaram nomes como os dos The Album Leaf por exemplo.

Não contentes ainda com a mudança de ares acharam por bem clarear um bom bocado a abordagem negra e dura para um hibrido entre o passado demolidor do punk dos primeiros álbuns e o post-punk que envergaram orgulhosamente em L-Shaped. Pense-se nos Joy Division – a banda não esconde a influência e o próprio nome nasce do amor à obra de Ian Curtis – com o som (mais) polido, mais (mais ou menos) arejado e com a velocidade dos temas (pontualmente) a atingir pontos mais acelerados.

In The Spirit World Now é então o disco que os traz de regresso às edições e “Turn Away The Bad Things”, o primeiro single, deixa antever e supor que os Ceremony entraram numa outra fase da carreira. Anthony Anzaldo, guitarrista dos Ceremony, explica:

 We knew this had to be the best thing we have ever done. We couldn’t come back after four years with a record that only had a few good songs (…) Not reflecting on the evolution of the band is what keeps us motivated. There is always a song we haven’t written, a band we haven’t played with, artwork we haven’t thought of. We are creators by nature, not by choice.

Muted Widows realizaram o vídeo de apresentação ao sexto longa-duração da banda californiana que sai a dia 23 de Agosto pela Relapse Records.

In The Spirit World Now

01. Turn Away the Bad Thing
02. In the Spirit World Now
03. Further I Was
04. /
05. Presaging The End
06. Say Goodbye to Them
07. We Can Be Free
08. //
09. Years of Love
10. Never Gonna Die Now
11. I Want More
12. From Another Age
13. ///
14. Calming Water