Courtney Barnett e Kurt Vile reencontraram-se numa sala de cinema construída nos anos 20 em New Jersey, nos Estados Unidos, e uma das maiores do país, que graças à intervenção de um grupo de activistas locais, foi poupada a uma vaga de demolições de edifícios antigos que assolou a década de 80.

Ponto de encontro das artes tornado centro de apoio à criatividade em diferentes áreas, o Loew’s Jersey Theater raramente testemunha a presença de músicos em palco. Desta vez, no entanto, reuniu uma equipa de técnicos e engalanou-se para receber uma apresentação ao vivo de Courtney Barnett e Kurt Vile por alturas da digressão promocional para o seu álbum colaborativo, Lotta Sea Lice, editado no ano passado.

Por entre pequenas entrevistas concedidas por elementos dos Friends Of The Loew’s – o grupo que ajudou a manter o teatro de pé e em actividade – e a que se juntam imagens de bastidores, histórias da degradação e abandono do edifício e uma tour pelo espaço, intercalam-se trechos da actuação de Barnett e Vile para um documentário de 34 minutos, realizado pelo próprio Kurt com a colaboração de Irene Chin, que levou o nome Friends Of Wonder: Courtney Barnett e Kurt Vile.

Do documentário, lançado com o apoio da Matador Records no WePresent – plataforma do WeTransfer que apoia projectos de divulgação com foco na arte e na cultura -, fazem também parte conversas com ambos os músicos, que vão revelando, ao longo do vídeo, pormenores do seu encontro artístico, da amizade que foram entretanto desenvolvendo e que culminou na edição de Lotta Sea Lice.

Courtney Barnett anunciou no mês passado o seu regresso aos registos de estúdio e encontra-se já a divulgar parte daquele que será o seu segundo longa-duração e sucessor para Sometimes I Sit and Think, and Sometimes I Just Sit, com o lançamento da nova música, “Nameless Faceless