A música de Damien Jurado sempre foi profundamente cinematográfica e introspectiva, desarmante na sua humanidade, instigadora silenciosa de emoções e espelho de uma América estendida por horizontes largos ou aconchegada na densidade melancólica das florestas do Noroeste ou qualquer local que ainda se paute pela beleza da simplicidade das coisas, dos pequenos detalhes, das pequenas farpas de dor ou felicidade. Trovador dos tempos modernos, o rapaz que cresceu em Seattle passou ao lado da crueza dos sons que puseram a cidade no mapa do mundo e se deu a crónicas de paisagens embalantes que contam histórias de vida e histórias de amor.

Rosto de uma folk confessional – e confessionada -, Damien Jurado acende pequenos fogos com as fagulhas de uma fogueira emocional sob a estrelas cujas fagulhas vão subindo e dançando pelo ar, enquanto da sua viola arranca linhas melódicas aparentemente simples na sua construção, mas carregadas de experiências e de uma riqueza não apenas sonora como humana que provocam, nuns curtos minutos de duração de uma canção, uma longa viagem semi-terrena, semi-espiritual.

O norte-americano regressa em 2018 aos discos com The Horizon Just Laughed, o longa-duração de originais que irá suceder a Visions of Us on the Land, de 2016 – não contando com Other People’s Songs, Volume 1, o disco que editou com Richard Swift no final do mesmo ano. “Over Rainbows and Rainier” é o primeiro avanço para aquele que será o habitante número 13 de uma discografia recheada com outros tantos EPs, e vem com um vídeo que é, em tudo, aquilo que se espera de uma construção visual de Damien Jurado.

Suave e nostálgica, balada com sentimento de outras décadas e ambiência sonora própria de histórias de cowboys em momentos de partilha no sossego tranquilo de horizontes que vão escurecendo, “Over Rainbows and Rainier” derrama a sua natureza solitária e reflexiva, realçada pelos discretos e sóbrios arranjos de orquestra que já lhes são habituais, sobre um conjunto de imagens tão grandioso como bucólico. The Horizon Just Laughed é lançado a 4 de Maio, pela Secretly Canadian.