Os Fleet Foxes de Robin Pecknold estiveram em residência artística na Sydney Opera House, na Austrália, de 26 a 29 de maio num total de quatro noites e quatro actuações que integram o festival Vivid Live no âmbito da presente digressão que chegará à Europa durante o verão – passando pelo Palco Heineken do NOS Alive a 8 de julho -, e que antecede o lançamento de Crack Up, aquele que é apenas o terceiro registo de estúdio dos rapazes de Seattle.

A ex-banda de J. Tillman subiu ao palco de um dos mais icónicos e emblemáticos edifícios mundiais e assegurou a transmissão do concerto da última noite em streaming na rede social Facebook. Da apresentação ao vivo fizeram parte alguns dos novos temas – “Fool’s Errand” e “Third Of May/Ōdaigahara” -, e ainda uma versão para In the Morning dos Bee Gees. Para quem quiser saber com o que contar junto ao Tejo, o concerto encontra-se aqui na íntegra.

Crack Up sucede a Helplessness Blues de 2011 e verá a luz do dia a 16 de junho, sendo esta a estreia da banda com o selo Nonesuch Records.