Depois de estreada e apresentada ao vivo de forma regular nos concertos da digressão mundial que tem levado desde Abril do ano passado os Franz Ferdinand a atravessar a Europa, os Estados Unidos e Canadá, “Feel The Love Go” é hoje finalmente revelada na sua versão de estúdio, a menos de um mês do lançamento da quinta rodela discográfica dos escoceses.

Não deixando nunca de ser uma canção reconhecivelmente franz-ferdinandiana, particularmente no que toca à osmose entre o ritmo da bateria e da guitarra do refrão – algo absolutamente característico no som da banda -, a verdade é que “Feel The Love Go” se passeia de forma denunciada por muitas das tendências sonoras que foram surgindo durante a década de 80. Seja nos synths iniciais, que se aproximam de uns Kraftwerk mais quentes e menos clínicos, nos pequenos toques de Gossip ou nos detalhes que remetem para o legado sonoro deixado por David Bowie, seja nos saxofones que fazem viajar até à discografia de  Madness ou The Clash, mas que acabaram por ser transversais e bastante comuns na história de tantos colectivos da altura. O tema já tem vídeo, mas por enquanto só está disponível para os assinantes da Apple Music.

Para além de “Feel The Love Go” que hoje revelam, os Franz Ferdinand estrearam ontem um outro tema novo na televisão britânica. Numa actuação no The Andrew Marr Show da BBC One, a banda de Alex Kapranos – já sem Nick McCarthy, que saiu em 2016 para apostar numa carreira a solo -, subiu ao palco “Paper Cages”, um tema meio funk que recua ainda mais no tempo e vai buscar a mesma tonalidade de guitarras dos Rolling Stones.

Parece estar a abrir-se uma nova fase no percurso dos Franz Ferdinand, que sem renegar ao coro de guitarras de antigamente, lhes transforma o tom e lhes concede um papel mais secundário nas novas canções. Always Ascending sai a 9 de Fevereiro pela Domino Records e do álbum conhecemos já o tema-título, para qual já foi produzido o respectivo vídeo, e o tema “Huck & Jim“, ainda apenas na sua versão ao vivo. A banda actua em Julho na próxima edição do NOS Alive.