O homem forte das guitarras dos Radiohead vem desde os anos iniciais do novo milénio a desenvolver uma carreira paralela no mundo da música clássica com mais de uma dezena de peças escritas e oito bandas sonoras de filmes. A última das quais, Phantom Thread de 2017, foi inclusive nomeada para o Óscar de melhor Banda Sonora pela Academia de Hollywood.

O músico e compositor de Oxford foi na noite de ontem o curador da programação do Royal Albert Hall, em Londres na qual, a par de algumas das suas composições, foram executadas a Sinfonietta, de Krzysztof Penderecki, Passacaglia, de Heinrich Biber, e Pulse. de Steve Reich. Nesta última peça, Greenwood tomou ele próprio em mãos o papel de baixista.

A noite encerrou com a estreia de um novo trecho de Jonny Greenwood, Horror vacui, uma composição para violino e cordas que pretende emular sons de efeitos electrónicos, recorrendo apenas a instrumentos orgânicos. A peça foi executada pelo violista Daniel Pioro em conjunto com uma orquestra de 68 elementos de cordas. Horror vacui e a restante noite para ser ouvida no site da BBC Prom, aqui.