Grande parte dos traumas, fobias, inseguranças e danos emocionais que se manifestam na juventude e na idade adulta, nascem de eventos marcantes de forma obviamente negativa que se vivenciam em criança. Os The Killers dão-lhes agora voz, som e imagens no novo vídeo para “Rut”.

Boa parte do último álbum dos The Killers, Wonderful Wonderful, editado em Setembro do ano passado, foi inspirado em Tana Mundkowsky, mulher de Brandon Flowers que se tem debatido com stress pós-traumático, resultante de feridas emocionais que enfrenta desde pequena. O vocalista dos The Killers tinha já referido que “Rut” foi directamente inspirada em Tana, e agora o vídeo revelado pelos norte-americanos transporta o espectador para um ambiente cinematográfico precisamente ligado a essa perturbação.

“Rut” é um documento pungente realizado por Danny Drysdale – responsável por “Human” -, em que uma mulher recorda momentos da sua infância que a aprisionam em memórias dolorosas e das quais não consegue escapar. A música foi escrita por Brandon quando cancelou a tour a solo de 2014 para acompanhar a sua mulher, como contou à Q magazine numa entrevista profundamente emocional:

I cancelled that tour, because she got to a point – this is really hard for me to even say the words – but she was having suicidal thoughts. That was as bad as it got. (…) [The Rut] helped me understand what she was going through because I could put words to it, wrap my head around it and really navigate it. A lot of relationships fall apart when these things happen. As a songwriter, I had to dissect it.

Os The Killers tocam em São Paulo como cabeças de cartaz do Lollapalooza Brasil 2018 agendado para os dias 23, 24 e 25 de Março e em Lisboa no dia 29 de Junho como headliners do Rock In Rio.