Quantos lados tem uma mesma canção? Talvez aqueles que conseguirmos ler nas entrelinhas das pautas e das frames em que as músicas e os vídeos escondem as intenções mais ou menos claras dos compositores. Desta vez, as leituras recaem sobre “Oh Woman Oh Man” dos London Grammar, que estão a meros dias do lançamento de Truth Is A Beautiful Thing, o segundo disco de uma carreira claramente ainda muito curta mas já com o peso de banda de culto desde o lançamento em 2003 do álbum If You Wait.

“Oh Woman Oh Man” tinha sido divulgada em Abril passado, já depois de conhecermos “Truth Is A Beautiful Thing” – o tema-título -, “Big Picture” e “Rooting For You”. Agora o tema ganha não um, mas dois vídeos, repartindo-se entre “Oh Man” e “Oh Woman” recebendo cada um um tratamento visual distinto e, apesar de não terem mudado uma nota à melodia, ela ganha efectivamente dois sentimentos diferentes graças aos vídeos captados e pensados por Tony Kaye, realizador do histórico American History X com Edward Norton. Hannah Reid afirmou que

We were lucky enough to work with the legendary Tony Kaye on this video, who handled these themes and questions with passion and sensitivity.

“Oh Woman”, centrado na figura de Hannah Reid, e “Oh Man”, mais focado em Dan Rothman, são os dois lados iguais mas também distintos de uma mesma canção, uma observação sobre a identidade de ambos os sexos e a forma como olham para um mesmo objecto.

Os London Grammar editam Truth Is A Beautiful Thing no próximo dia 9 de junho e tocam em Lisboa a 14 de julho no Super Bock Super Rock.